• PWR Marketing Digital

Marketing jurídico: 8 coisas que você deve fazer imediatamente


O marketing jurídico é o meio utilizado por advogados para aumentar a visibilidade no mercado e, consequentemente, atrair mais clientes.

Mesmo sendo permitido pela OAB, essa estratégia possui algumas limitações referentes a sua aplicação, que devem ser estritamente seguidas, evitando penalidades ao profissional.


No conteúdo, reunimos todas as informações que você deve saber antes traçar as estratégia de marketing digital como tráfego pago, SEO e construção de funil de vendas e utilizar o marketing jurídico, inclusive, as restrições definidas pela Ordem. Continue lendo para descobrir!


Boa leitura!



marketing-juridico

O que é marketing jurídico?

O marketing jurídico é uma estratégia direcionada aos profissionais do direito, que desejam garantir maior visibilidade para sua atuação — seja individual ou em conjunto com outros advogados.


Para conquistar esse resultado, são aplicadas estratégias capazes de mostrar aos clientes em potencial o valor daquele profissional, tornando-o referência em determinado segmento do direito.


Além da produção de conteúdos com temáticas jurídicas, o marketing jurídico também se diferencia das demais áreas por seguir uma conduta de ética especial, determinada pela Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB).

Marketing jurídico e OAB: o que um advogado pode ou não fazer?

Assim como o marketing voltado para as áreas públicas e de saúde, o jurídico também possui algumas limitações, determinadas pelo Código de Ética da OAB. A principal norma deste código em relação à divulgação dos serviços é a proibição dos advogados de realizarem propaganda, com o intuito de captar clientes.


Essa vedação visa evitar a mercantilização da atividade advocatícia, mas não impede as práticas utilizadas pelo Marketing Jurídico — dado que as estratégias também possuem um fundamento educativo. Inclusive, em 2021, foi aprovado um provimento para regulamentar essas práticas de marketing, abrindo mais oportunidades aos profissionais do direito que desejam utilizar os canais de comunicação digital para atrair clientes.


Além de realizar algumas alterações referentes às regras sobre a publicidade das atividades advocatícias, o provimento 205/2021 também estabeleceu a criação de um Comitê Regulador do Marketing Jurídico.

Enfim, para evitar sanções referentes ao uso de práticas vedadas pelo Código de Ética da OAB, descubra abaixo o que está permitido e proibido por essa regulamentação.


Permitido

  • Uso de anúncios nos canais de comunicação, sejam eles pagos ou não;

  • Usar logotipos;

  • Criar um website;

  • Publicar conteúdos com teor educacional/informativo;

  • Possuir presença nas redes sociais;

  • Relacionar-se diretamente com o público;

  • Realizar palestras e participar de eventos, com o intuito educativo;

  • Apresentar dados de contatos nas peças.

Proibido

  • Utilizar informações acerca da estrutura física do escritório;

  • Prometer resultados;

  • Utilizar casos concretos como oferta para atuação profissional, inclusive, imagens no tribunal;

  • Vincular as atividades advocatícias com outros serviços, a não ser o magistério;

  • Utilizar instrumentos persuasivos;

  • Criar nome fantasia;

  • Realizar serviços em troca de divulgação — as famosas parcerias;

  • Fazer oferta de serviços via e-mail;

  • Utilizar elementos visuais (ilustrações, cores, figuras, etc.) incompatíveis com a sobriedade da advocacia;

  • Divulgar valores dos serviços.

8 passos para trazer novos clientes com o marketing jurídico

Após descobrir todos os limites referentes ao marketing jurídico, aprenda como colocar em prática essa estratégia, utilizando apenas 8 passos!


1 - Conheça seu público-alvo

O primeiro passo de toda ação de marketing é determinar o público-alvo, mais especificamente a persona.

Esse personagem fictício é uma representação do seu cliente ideal, devendo possuir todas as características dele, como:

  • Idade;

  • Sexo;

  • Renda;

  • Profissão;

  • Necessidades;

  • Dores.

As informações da sua persona irão orientar toda a estratégia de marketing, desde a escolha dos canais de divulgação até a criação das pautas, que devem ser relevantes para esse público.

Para te ajudar, vamos criar um exemplo!

Imagine que você é advogado pensionista, especializado em questões referentes ao INSS. Nesse caso, seu cliente ideal será uma pessoa com mais de 60 anos, que é ou deseja ser pensionista do INSS, mas está enfrentando problemas com seu benefício.

As pautas deverão ser relacionadas a essa área, com temáticas referentes às principais dores desse público, e o canal de divulgação deve ser preferencialmente um site — dado que são os mais utilizados por pessoas da terceira idade.


2 - Escolha seus canais de comunicação

A internet é repleta de oportunidades para os profissionais que desejam captar clientes.

Além de permitir que inúmeras estratégias sejam aplicadas em simultâneo — cada uma proporcionando resultados diferentes — esse mundo digital também oferece diversos canais de comunicação.

Com isso, o leque de oportunidades torna-se gigantesco, assim como a chance de você conseguir alcançar sua persona.

Atualmente, os canais mais usados pelos estrategistas de marketing são o blog e as redes sociais, sobretudo o Instagram.

Contudo, também é possível aplicar as estratégias de marketing jurídico em outros meios de comunicação, bastante utilizados por determinados públicos.

Conheça as características principais de cada um deles.


Site


O site oferece algumas oportunidades aos profissionais. Além da criação de páginas de vendas, que contém os serviços jurídicos oferecidos por você ou seu escritório, esse canal permite a implementação do marketing de conteúdo.

Com essa estratégia, é possível atrair clientes em potencial que possuem dúvidas referentes ao seu nicho de atuação.


Os sites também devem oferecer informações de contato, locais em que o profissional atua e demais informações permitidas pelo Código de Ética da OAB.


Redes sociais


Você sabia que o Instagram possui mais de 500 milhões de usuários ativos?

Com tanta popularidade, a rede social tornou-se um sucesso no mundo do marketing, inclusive o jurídico. Através das suas ferramentas, os profissionais podem produzir conteúdos em formato de feed, vídeos e interagir diretamente com o público — seja nos comentários ou nas mensagens diretas.


As estratégias de marketing jurídico também podem ser aplicadas no Facebook ou no TikTok, desde que seja a rede social mais usada por sua persona.


YouTube


Os vídeos curtos podem ter dominado a internet, mas, conteúdos mais longos são necessários em caso de dúvidas complexas ou que abrangem inúmeros temas.

Se esse for o caso da sua área de atuação, recomendamos utilizar o YouTube.

Todavia, não esqueça de verificar se esse canal ainda é usado por sua persona, ok?

Ah! O YouTube agora possui uma ferramenta direcionada aos vídeos mais curtos, chamados shorts, nos quais você pode publicar cortes dos conteúdos longos e garantir mais um meio de prospecção.


LinkedIn


Conhecida como rede social de negócios, esse canal é dedicado à publicação e divulgação de materiais informativos — ou de publicidade — com teor mais formal.

Por isso, o LinkedIn é um excelente meio de prospectar clientes do ramo profissional, como gestores ou até mesmo empresas.


Lembre-se de utilizar uma linguagem voltada para esse público e manter a formalidade durante a comunicação direta com eles!


3 - Defina sua estratégia de marketing

Como você descobriu anteriormente, existem várias estratégias do marketing que podem ser utilizadas em cada canal apresentado acima.

Inclusive, alguns possuem ferramentas exclusivas para ajudar os usuários a impulsionarem seus perfis e aumentarem o desempenho na plataforma.

De modo geral, essas estratégias são dividas em dois grupos — tráfego orgânico e tráfego pago — que quando aplicados em conjunto (e da forma correta) geram excelentes resultados.


Saiba mais abaixo:

Tráfego orgânico

O tráfego orgânico reúne as estratégias que não precisam de investimento, em tese, para serem colocadas em prática.

Em contrapartida, exigem bastante dedicação e tempo.

O principal método utilizado é o marketing de conteúdo, o qual visa a produção de conteúdo de valor, que seja capaz de solucionar uma dor da persona.

Para isso, esse conteúdo deve possuir pauta relevante, ser bem produzido e responder todas as dúvidas prometidas pelo redator — seja durante o título, introdução ou desenvolvimento do texto.

Alinhado a essa estratégia está o SEO (Search Engine Optimization), cuja principal finalidade é melhorar o desempenho das páginas nos sites de pesquisa, como o Google.

Essa otimização deve ser realizada tanto nos conteúdos produzidos, como também nas demais páginas do seu site, como a home page ou landing page.

Quem deseja garantir bons resultados com o SEO deve estudar bastante o tema, conhecendo todos os fatores de ranqueamento, assim como as boas práticas aprovadas pelas ferramentas de busca.

Tráfego pago

Seguindo caminho contrário ao grupo anterior, o tráfego pago necessita de investimento para gerar resultado.

Essa publicidade (permitida pela OAB) pode ser realizada na maioria dos canais de divulgação, por ferramentas próprias.

Uma das mais utilizadas pelos gestores de sites é o Google Ads, afinal, o Google é o site de buscas mais popular do mundo.

Com essa plataforma, é possível impulsionar seus anúncios para as primeiras colocações nas abas de pesquisas — nas buscas realizadas com as palavras-chave indicadas — ou até mesmo divulgar sua página em outros sites.

Além disso, para quem deseja anunciar no Facebook ou Instagram pode utilizar o Facebook Ads, ferramenta que funciona nas duas redes sociais e também é super prática de usar!

4 - Desenvolva um funil de vendas

O funil de vendas é uma ferramenta que ajuda a determinar a jornada que seu cliente deve percorrer até o último estágio: fechar negócio.

Esse mecanismo é composto por três etapas — chamadas topo, meio e fundo do funil — sendo que cada uma possui táticas próprias e exigem que o cliente esteja em um determinado estágio de decisão.

Entenda melhor cada uma:

  • Topo do funil: momento de aprendizado, em que a persona ainda não sabe que possui um problema. Então, cabe a você mostrar esse problema a ela e se apresentar como especialista no tema;

  • Meio do funil: a persona reconhece que possui um problema, está estudando sobre ele e considerando uma solução. Nesse momento, você deve ser bastante sincero, estabelecendo uma relação de confiança com esse lead;

  • Fundo do funil: nessa etapa, a persona descobriu que não consegue resolver o problema sozinha e está em busca de uma solução. Aqui, você deve apresentar o seu produto/serviço, mostrando-o como um meio ideal para sanar essa dor.

Utilize essas informações para definir, por exemplo, as pautas de cada texto e os pontos que devem ser abordados nesses conteúdos.


5 - Crie conteúdo

Independente da estratégia aplicada, o conteúdo é sempre importante, pois é o meio mais eficiente de atrair clientes em potencial.

Afinal, os temas abordados em cada conteúdo sempre vão conter a solução para uma dor sentida por sua persona — tornando você uma referência no assunto.

Desse modo, quando outras dúvidas aparecerem ou até mesmo problemas jurídicos mais graves, que necessitam de apoio profissional, você ou seu escritório será uma das opções cogitadas.

Sem falar que a divulgação de conteúdo informativo/educacional é bastante aprovada e incentivada pela OAB, reduzindo os riscos de sanções sobre essa estratégia.

6 - Formule uma boa identidade visual

Manter o site e as redes sociais bem arrumadas é importante para construir uma imagem profissional no mercado, dado que representa seu compromisso e organização.

Uma maneira de manter essa organização é definindo uma identidade visual, a qual será utilizada como fonte para a criação das artes e demais elementos visuais.

Então, defina uma paleta de cores, escolha uma tipografia, crie os valores do seu escritório e garanta uma harmonia para seu site ou perfil.

Lembre-se de seguir as regras referentes aos elementos visuais, utilizando cores e figuras moderadas e equilibradas com a atuação profissional.

7 - Analise os resultados

Ao final de cada estratégia, analise os resultados obtidos!

Utilize as métricas para avaliar o desempenho de cada tática, como forma de definir quais devem ser reaproveitadas no próximo ciclo, melhoradas ou simplesmente eliminadas.


Inclusive, realizar essa análise é uma excelente maneira de evitar desperdício de dinheiro com estratégias que não estão oferecendo bons resultados.

8 - Conte com ajuda de bons profissionais

Uma estratégia completa de marketing jurídico envolve diversas áreas, como gestão de tráfego, web design, produção de conteúdo… Cada uma com técnicas e requisitos específicos.

Como o tempo não sobra na rotina de um advogado, que precisa se dedicar bastante em cada caso, torna-se impossível especializar-se em cada área para conseguir garantir excelentes resultados.

Por isso, o ideal é contratar profissionais especializados, que além de já conhecerem todas as estratégias, irão dedicar 100% do tempo somente para alcançar um bom desempenho.

Inclusive, é recomendado que você contrate uma agência de marketing digital, que já possua em seu grupo todos esses profissionais, tornando sua rotina ainda mais prática!

A PWR é especialista em marketing jurídico e pode te ajudar!

A PWR é uma agência de marketing digital localizada em São Paulo e Ribeirão Preto, que atua em diversos setores profissionais, inclusive cases de sucesso no Marketing jurídico.

Com um time de excelência, as melhores ferramentas do mercado e estratégias atualizadas, conseguimos garantir para seu escritório desempenhos incríveis no mundo digital.

Um dos nossos cases de sucesso na área de marketing jurídico é a Advocacia Silva e Silva, que vem conquistando excelentes métricas nas redes sociais.

Por exemplo, as postagens possuem mais de 3 mil likes, 500 comentários e 100 compartilhamentos! Tudo isso de seguidores leais, com grande potencial de conversão para clientes.

Outras cases de sucesso da PWR no mundo jurídico são:

Garanta também excelentes resultados para seu escritório! Contrate a PWR agência de marketing digital em Ribeirão Preto.

Aproveite todas as vantagens que o marketing jurídico tem a fazer, conquistando clientes fiéis sem ferir nenhuma regra da OAB.


Gostou desse conteúdo? Leia também:


10 visualizações0 comentário