• PWR Marketing Digital

Tráfego pago no Google Ads: Como utilizar para alavancar suas vendas

Atualizado: Out 23


trafego-pago-google-ads

Não importa qual é o seu negócio, se o objetivo é alavancar as vendas, investir em uma campanha de tráfego pago no Google Ads é uma das melhores alternativas para aumentar seus lucros.


Só para se ter uma ideia do poder dessa ferramenta, os anúncios criados no Google Ads podem ser exibidos em mais de 2 milhões de sites e atingir mais de 90% dos usuários de internet em todo o mundo.


Quer aprender como mostrar seu produto às pessoas certas no momento certo? Nesse post vamos te mostrar alguns detalhes do Google Ads, seus recursos, formatos de anúncios e os KPIs mais importantes para otimizar e garantir o sucesso da sua campanha.


O que é o Google Ads


Google Adwords é a plataforma de publicidade e anúncios do Google. Lançado em 2000, e reformulado em 2018, a ferramenta é indispensável para qualquer estratégia de tráfego pago.


A plataforma prioriza o conceito de mobile-friendly, isso é, seu layout e desempenho foram projetados para quem acessa a plataforma a partir de dispositivos móveis. Oferece recursos como o Google Marketing Platform - que combina a rede de anunciantes Doubleclick e o Google Analytics 360. E o Google Ad Manager que inclui as ferramentas Doubleclick for Publishers e Doubleclick Ad Exchange.


O Google Ads também oferece: recurso de anúncios inteligentes que permite a divulgação em diferentes plataformas; e a funcionalidade Centro de Integração do Google Ads, que permite conectar todos os produtos do Google e de outras empresas para melhor gerenciamento e desempenho de marketing.


Como funciona o Google Ads


O Google Ads funciona com um processo de leilão, uma empresa que oferece dinheiro em troca de visibilidade. Quando um usuário efetua uma pesquisa no Google, o Google Ads localiza quais os anúncios que usam as palavras-chave que correspondem aquela pesquisa.


Desses anúncios, o sistema seleciona aqueles elegíveis para serem apresentados. Basicamente é a combinação entre valor do lance e qualidade do anúncio que irá determinar qual o anúncio e em que posição ele vai aparecer para o usuário.


O Google Ads oferece algumas formas de fazer anúncio, são elas:


1- Rede de pesquisa


Ao anunciar na rede de pesquisa, o anúncio pode ser exibido no início ou fim da página, ao lado dos resultados de pesquisa, no Shopping, Imagens, apps e websites de parceiros do Google. Ao criar a campanha é possível incluir ou remover esses parceiros.


Podem ser criados anúncios de texto, do Shopping, gráficos ou em vídeo. Aqueles exibidos nos resultados de pesquisa recebem a TAG 'ANÚNCIO' sinalizando para o usuário que é um link patrocinado.


2- Rede de display


Um grupo que reúne mais de 2 milhões de blogs, sites, portais de notícias, e-mail, vídeos e aplicativos do Google e de parceiros onde seus anúncios podem ser exibidos. É ideal para atrair a atenção do usuário no início da jornada de compra e para estratégia de remarketing.


Segundo a Comscore (empresa de análise de internet) os sites da Rede de Display alcançam mais de 90% dos usuários de internet em todo o mundo. Ao anunciar pela rede de display também é possível segmentar o público e fazer os anúncios através de banners com imagens e elementos interativos.


3- Shopping


Função destinada aos varejistas e e-commerce está disponível em 20 países. Por meio dessa plataforma é possível anunciar seus produtos, aumentar o tráfego do seu site, gerar leads e até mesmo atrair clientes até sua loja física.


Para anunciar no Google Shopping é preciso enviar dados ao Google Merchant Center, como: foto do produto, titulo, preço, condições de pagamento, nome da loja. O Google Shopping irá usar essas informações (e não palavras-chave) para determinar quando e onde exibir os anúncios.


É possível fazer dois tipos de anúncio no Shopping:


● Anúncio de produto: são criados com base nos dados do seu produto enviados ao Merchant Center.


● Anúncios de inventário: são criados combinando dados do produto e dados do inventário enviados ao Merchant Center. A página da sua loja fica hospedada na vitrine local do Google, onde os usuários podem ver quais os produtos disponíveis na loja física, endereço, horário de funcionamento e muito mais. Os anúncios de inventário não aparecem na Rede de Display do Google.


4- Video


Uma campanha de vídeo pode ser extremamente relevante considerando que muitos usuários pesquisam por marca ou produto pela primeira vez direto no Youtube.


Outra vantagem é que a sua empresa não precisa necessariamente produzir conteúdo para gerar valor, porque seu anúncio será exibido antes ou durante vídeos cujo conteúdo tenha relação com a marca ou produto anunciado.


As campanhas de anúncio de vídeo para o Youtube são criadas, otimizadas e monitoradas a partir do Google Ads. O anúncio em vídeo por regra precisa estar hospedado no Youtube, mas pode ser exibido em plataformas, sites e aplicativos de vídeo dos parceiros do Google, dependendo da configuração da campanha.


Veja abaixo os tipos de anúncio que o Youtube oferece:


● Bumper Ads


Anúncios curtos e impactantes de até 6 segundos exibidos antes ou durante um vídeo. O usuário não tem a opção de pular esse anúncio. Usam lances de CPM (custo por mil impressões). É um formato interessante para campanhas cujo objetivo é aumentar a visibilidade da marca.


● In- Stream


Esse formato tem duas opções disponíveis: A primeira são os anúncios puláveis, aqueles com até 30 segundos de duração e oferecem ao usuário a opção de pular o anúncio após 5 segundos.


A segunda opção, os não puláveis, são mais curtos, no máximo 15 segundos. Ambos são cobrados com lances de CPV (Custo por visualização) ou interação, ou o que ocorrer primeiro.


Se os objetivos da sua campanha é aumentar o tráfego, gerar leads e vendas, esses são os melhores formatos para investir.


● Discovery


São aqueles anúncios que aparecem em formato miniatura com texto em locais como: parte do resultado de pesquisa no youtube, ao lado dos videos relacionados ou na página inicial do youtube para dispositivos móveis. A cobrança só é feita quando o usuário clica no anúncio. Ideais para a consideração de produtos e marcas.


● Out-stream


Esses anúncios não estão disponíveis no Youtube, eles aparecem apenas em dispositivos móveis, sites e apps de parceiros do Google.


São aqueles anúncios que o usuário deve tocar no vídeo para ativar o som, são exibidos em diferentes formatos como: banners, in-feed, em formatos nativo, intersticiais, nos modos tela cheia e retrato.


A cobrança é por CPM, ou seja, quando o vídeo é reproduzido por 2 segundos ou mais. Ideais para promover o alcance e reconhecimento da marca.


● Masthead


Esse formato de anúncio está disponível apenas mediante reserva, é preciso entrar em contato com um consultor de vendas do Google para receber estimativas e metas de impressões da campanha.


São ideais para alcançar um público amplo em um curto período. Podem ser exibidos em computador, aplicativo do youtube e no aplicativo do youtube para tv. Os anúncios para tv não incluem CTA. São cobrados por CPM.


Métricas do Google Ads


O Google Ads é uma das melhores ferramentas para aumentar a visibilidade da sua marca, gerar acessos e converter em vendas. Para usar a ferramenta de forma eficaz é importante entender quais as métricas e KPIs (Indicadores Chave de Performance) mais relevantes a serem observadas.

As principais métricas do Google Ads:


● Taxa de Conversão


Taxa de conversão é o percentual de usuários que completam o objeto final da campanha, ou seja, tem uma ação. Essas ações podem ser fazer uma compra, preencher um formulário ou entrar em contato, por exemplo, as ações mudam conforme o objetivo comercial do campanha.


É calculada dividindo o número de conversões no seu site pelo número de visitantes.


Conversões / visitantes = taxa de conversão


Fazer testes A/B nos anúncios para identificar qual o melhor texto, imagem, call to action (CTA) que melhor otimizam é uma das técnicas para monitorar o desempenho dos anúncios.


A taxa de conversão é uma das métricas mais importantes a ser avaliada em uma estratégia de tráfego pago no Google Ads, ela mostrará quantas pessoas estão realmente interessadas em comprar de você.


● CTR - Click Through Rate


Click Throught rate é a porcentagem de usuários que clicam no link após visualizá-los, é uma métrica importante que compõem o Índice de Qualidade - cálculo do Google para determinar o ranqueamento dos anúncios.


Para calcular o CTR é bem simples, basta dividir o número de cliques que um anúncio recebeu e dividir pelo número de visualizações.


Número de cliques / número de visualizações = CTR


O CTR impacta diretamente nos custos da campanha, isso porque os dois modelos de precificação de anúncios CPM (Custo por Mil Impressões) e CPC (Custo por Clique) são influenciados pela taxa de cliques que o anúncio recebe.


Avaliar o CTR é importante especialmente para quem escolhe CPC como forma de pagamento. Quanto maior o CTR menor será o CPC, isso porque o Google entende que seu anúncio é relevante para o usuário.


● ROI

Retorno sobre o investimento e uma métrica usada para saber quanto uma empresa lucrou com investimentos. No caso do Google Ads, quanto sua empresa lucrou através de uma campanha em comparação com o valor gasto nela.


Para calcular o ROI é preciso subtrair os custos do valor total da receita e dividir o resultado novamente pelos custos.


ROI = (receita - custo) / (custo)


Para ajudar a medir o ROI é importante ficar atento à Taxa de Conversão. ROI é o KPI que mostra o impacto real de uma campanha de tráfego pago no Google Ads no lucro da sua empresa.


As métricas devem ser monitoradas de acordo com o objetivo da campanha, se o objetivo é aumentar as conversões e vendas, deve-se monitorar certos dados que serão irrelevantes para uma campanha cujo objetivo é gerar tráfego, por exemplo.


Os dados analisados devem ser usados para melhorar a otimização das campanhas, investindo mais nas ações que apresentam melhores resultados, alterando ou excluindo aquelas que não apresentam resultados satisfatórios para seus objetivos.


Agora que você já sabe todo o potencial que sua empresa pode atingir com o tráfego pago no Google Ads e hora de colocar a mão na massa. Se sua empresa ainda não conta com nenhum profissional qualificado para criar e gerenciar estratégias de marketing. Entre em contato com um de nossos consultores, a PWR Marketing Digital tem cases nacionais e internacionais além de uma equipe preparado para atender os clientes dos mais diversos setores.

O Tráfego pago é a forma fácil e rápida de mostrar sua empresa para milhares de pessoas com um custo acessível e escalar suas vendas. Somos uma agência especialista em marketing digital em SP, Ribeirão Preto e Portugal.


Quer saber mais? Clique no botão abaixo e fale conosco.